0
   

Some poetry... (Portuguese)

 
 
Reply Thu 29 Jul, 2010 09:13 pm
Poema a pontapés !

Agrada-me a Ideia de escrever um poema a pontapés
Tal como este que estou para aqui a escrever...de pensamento sentado !
Entre isto dou-lhe mais um e lá sai de rajada, outro verso.
Agora que se me acabaram os pontapés...Está feito !

FILIPE DE ALBUQUERQUE

SUSPENSÃO

SINTO, INEXPRESSAVELMENTE DITO, O CONFLITO...
DOI-ME, UM SILENCIO VAGO COM LUZES DE CABECEIRA, NA FRONTEIRA...
EU, CIRCUNSTANCIA DE SER, SOBREPOSTO A MIM NO AR, O LUAR...
UM DESEJO QUE SE TIVESSE POR INDEFINIDO, NUM BEIJO IMPRECISO A UM DEUS PERDIDO.
FORÇA EXTASIANTE DE ESTAR, POR E PARA PENSAR...
PEÇO, PASSA, DEVAGAR A HORA QUE MAÇA, NA VIDRAÇA...
QUE DESGRAÇA !

por: FILIPE DE ALBUQUERQUE

PROTO-POEMAS DO SER...


SE EU, ONTEM...

...UM DIA AINDA FOSSE POR HOJE CRIANÇA, E...

...QUISESSE DE AGUAS LUSAS, FALAR A PANTOMINAS DO SER...

...COM UM ME TALVEZ, DIRIA JÁ RAÍZES FUNDAS QUE :

SER, É ESSE ESTAR-SE, PELO LADO DE FORA DOS OLHOS E PARA DENTRO DAS COISAS ! CONNOSCO...

...E ASSIM...

...COM A INFÂNCIA À MISTURA EMBARCADO EM PAPEL POSTAL DE VIAGEM INCERTA...

...SORO SENTIR-ME, FUMADO A REBUÇADOS PELO MEU CIGARRO E... TODO EU !...

...PENSAMENTOS EM FUMO...BOLAS DE SABÃO E JARDINS JAPONESES...

Atentamente>FILIPE DE ALBUQUERQUE


Atmosferas... (Coimbra Café Capri )

Estava liquida e "plásmica"a alma da manhã por adivinhar na cidade e corria nela, como que adiantado ás horas, um vento molhado em sombras de gente que emergiam já a pontear a claridade...era uma brisa surda por dentro da gramática das horas dolentes, mansa no sono tardio que a memoria da alma ainda não esquecera, mas em que as imagens, traziam já, esse pressagio aritmético de ritmos e formas em construção.
O eléctrico de outrora soava ainda nos trilhos vazios da estrada e a torre da Universidade ao longe, convidava como antigamente...fui para as aulas num café ali ao lado e tomei sem livros o pequeno almoço de antes.

Atentamente>FILIPE DE ALBUQUERQUE

ESTÓRIAS

DESCEM-SE DE ESTÓRIAS AS RUAS
E POR DEBAIXO DAS PEDRAS NUAS
OCOS NOSSOS PASSOS AO DESCER
ECOAM-ME LASSOS POEMAS DE VIVER

SONOS QUE Á DISTANCIA DO SOAR
COMO CORDAS SUSPENSAS DE LUAR
SOMBREIAM NO VAZIO DOS ESPAÇOS
O QUE JÁ NÃO SÃO SE FORAM PASSOS !

FILIPE DE ALBUQUERQUE

FUMADOR

NESSE FUMO PODEROSO E LENTO
EM QUE ME ANDO A ENGANAR
SINTO SEMPRE EM CADA MOMENTO
QUE A MINHA VERDADE É FUMAR

NA TRÉMULA PIRISCA QUE AGARRO
VEJO PÁGINAS IMENSAS DE ESTUDO
METAFISICAS DE VAZIO CONTEÚDO
NO FUMO BREVE DE UM CIGARRO

por: FILIPE DE ALBUQUERQUE

  • Topic Stats
  • Top Replies
  • Link to this Topic
Type: Discussion • Score: 0 • Views: 1,749 • Replies: 2
No top replies

 
Albuquerque
 
  1  
Reply Sun 18 Dec, 2022 03:24 am
PODER
Pro Scriptum:
Vou atirar rimas aos "primos e ás primas" sem nexo nem anexo como se quer e venha da musa o que vier!
...é fácil ser critico e atirar no político que dá a cara pelo poder que não tem com qualidade na banalidade da má governabilidade
Quando quem o tem em profundidade paga na invisibilidade para não ser visto nem revisto ou mal quisto, olha-me isto!
O povo insisto, confunde-se nisto e por isso desisto e já nem insisto em me fazer visto se falo disto
Dizer a verdade com sinceridade não deixa saudade semeia má vontade se o ato de caridade só parece crueldade.
Post Scriptum:
Olhem corrijam me ai a métrica da cavalgada frenética para que a estética não sofra dieta ao chegar à meta!

Atentamente> Filipe de Albuquerque
0 Replies
 
Albuquerque
 
  1  
Reply Sun 25 Dec, 2022 11:47 am
Olha lá vai uma quadra que me saiu hoje de rajada:

Destino

O fado é como é, não deve ser ou não ser isto ou aquilo se é Fado!
e de pensamento sentado atiro para o lado meio quilo de recado:
Quem pensa no que o fado não deve ser, tem ainda para perceber,
que a essência do Ser, é um eterno acontecer sem se poder escolher!
0 Replies
 
 

Related Topics

Poims - Favrits - Discussion by edgarblythe
Poetry Wanted: Seasons of a2k. - Discussion by tsarstepan
Night Blooms - Discussion by qwertyportne
It floated there..... - Discussion by Letty
Allen Ginsberg - Discussion by edgarblythe
"Alone" by Edgar Allan Poe - Discussion by Gouki
I'm looking for a poem by Hughes Mearns - Discussion by unluckystar
Spontaneous Poems - Discussion by edgarblythe
 
  1. Forums
  2. » Some poetry... (Portuguese)
Copyright © 2024 MadLab, LLC :: Terms of Service :: Privacy Policy :: Page generated in 0.03 seconds on 04/22/2024 at 10:44:16